Tragédia provocada por jovem de 18 anos deixa Saudades em estado de choque
As professoras Keli Adriane Aniecevski, de 30 anos, e Mirla Renner, de 20 anos, foram assassinadas pelo invasor

04/05/2021 - 12h59

As autoridades divulgaram o nome do jovem que provocou uma tragédia sem precedentes na cidade de Saudades, no Oeste de Santa Catarina, com 9.800 habitantes. Fabiano Kipper May, de 18 anos, é acusado de ter invadido a Escola Infantil Pró-Infância Aquarela e de ter matado, a golpes de facão, na manhã de hoje (4)  três crianças com menos de 2 anos e duas professoras, Keli Adriane Aniecevski, de 30 anos, e Mirla Renner, de 20 anos.

Fabiano teria ido de bicicleta até a Escola, armado de uma espécie de "espada" e com a qual cometeu o atentado. Após o fato, o suspeito tentou se matar desferindo golpes contra o próprio pescoço, além de abdomen e tórax, e foi encaminhado em estado gravíssimo ao Hospital em Pinhalzinho, distante 11 km de Saudades. A motivação do crime será apurada pela polícia. 

"O cara veio para matar mesmo", afirma secretária

“Estou em estado de choque. Estamos todos em estado de choque”, afirmou a secretária Gisela Hermann. Ela recebeu uma ligação às 9h30 sobre o ataque na creche que atende crianças de 6 meses a dois anos. "O cara veio para matar mesmo", afirmou a secretária. Segundo relatou Gisela, a primeira vítima foi uma professora

>>>PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP. 


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook

SIGA-NOS